Blog

Conservação e armazenamento de queijos_1

21 Julho 2021

Conservação e armazenamento de queijos


As características físicas de cada tipo de queijo afetam na conservação dos queijos. O principal fator que acelera a deterioração dos queijos é a umidade presente nos produtos. Sendo esta, diferenciada para cada classe, dividindo os queijos em frescos, semi-duros e duros.

Queijos frescos
Os queijos frescos são queijos com alto teor de umidade e que desprendem soro facilmente. Portanto, devem ser conservados dentro da geladeira. Para ter o seu minas frescal ou ricota sempre no ponto certo para o consumo, coloque-os dentro de um pote fechado e consuma em no máximo 5 dias depois da compra.

Queijos semi-duros
Queijos semi-duros são de texturas que variam de firme (para fatiar) a macio e/ou cremoso e devem ser armazenados na geladeira. Apresentam-se com umidade média. No caso dos queijos mussarela, prato e colonial é indicado manter protegidos em potes fechados, ou mesmo embrulhá-los em filme plástico, alumínio ou papel de seda/manteiga.

Queijos duros
Os queijos duros apresentam baixa umidade, por conta disso, são mais secos e maturados, categoria dos queijos parmesão e provolone. Esses podem ser armazenados fora da geladeira e à temperatura ambiente por apresentarem baixo teor de umidade na massa.

8 dicas para evitar problemas de conservação dos queijos
Depois de retirar o produto da embalagem original é importante tomar cuidado com a maneira de guardar. Os queijos são sujeitos à contaminação por fungos, bactérias, ácaros ou até mesmo por insetos. Por isso, ele resseca, racha ou mofa.

Algumas dicas importantes para evitar problemas de conservação dos queijos são:

1. Seguir as orientações de armazenamento que constam na embalagem;

2. Se o queijo está refrigerado na gondola, o mesmo deve continuar nesta condição em casa;

3. Colocar os queijos (exceto os queijos frescos) na gaveta de legumes da geladeira, que é o local menos frio e mais úmido da geladeira. Nesta condição, a maturação irá evoluir e continuar desenvolvendo sabor e aroma. Os queijos podem ficar nesta condição por até 1 mês;

4. Armazenar bem os queijos semi-duros na geladeira embrulhados com pedaços de papel toalha absorvente e depois passar um filme plástico bem aderido. Colocar dentro de um recipiente com tampa e poderá tranquilamente consumi-lo pelos próximos 2 ou 3 meses sem perda de sabor e textura;

5. Não coloque queijos diferentes em um mesmo recipiente: os sabores se misturam e a conservação fica comprometida;

6. Use uma faca para cada tipo de queijo ou limpe-a entre o corte de tipos diferentes de queijo;

7. Armazene somente até a data de validade impressa no rótulo;

8. Colocar um cotonete embebido com vinagre dentro do recipiente evita o mofo no queijo durante a conservação.

Queijos congelados
Os queijos até podem ser congelados, mas não é o método ideal de conservação. O congelamento cristaliza a água presente no queijo, alterando sua textura, a qual fica mais quebradiça. Além disso, paralisa a maturação e o queijo não desenvolve mais sabor, textura e aroma. Os queijos que foram congelados são mais recomendados para uso culinário.

Equipe Técnica Laticínios Três Palmeiras

Angélica Zulian Scortegagna

Caroline Baccarin

Gabriela Scopel Lovatel

Marina Baccarin